Nesta Bahia encontramos três diferentes períodos da música e da sociedade brasileira. Usando a música como veículo de entendimento de uma época, o projeto visita o Brasil dos anos 50, 60 e 70 através de Dorival Caymmi, João Gilberto e do Movimento Tropicalista. 

EXPOSIÇÃO DE DISCOS DE VINIL

Esta exposição é realizada com a mostra de capas de LPs do acervo pessoal do DJ Barata, compreendidas entre 1954 e 1974 e pertinentes às obras de Dorival Caymmi, João Gilberto e dos principais representantes do “movimento Tropicalista”. 

PALESTRA COM DISCOS DE VINIL

Expondo capas e ouvindo canções a palestra aborda as circunstâncias históricas, políticas e estéticas dos discos em questão, tal como suas implicações no contexto do país. Conduzindo o público por um caminho de canções e artes visuais, e o colocando em contato com um importante momento da nossa história recente.

DISCOTECAGEM FESTIVA

Focada na terceira parte do ciclo, que dá conta do movimento tropicalista e de suas repercussões, ainda vivas e operantes na música brasileira, a discotecagem trará a parte mais festiva e dançante da obra dos artistas abordados. Marcam presença na seleção canções como Tuareg, Alfômega, e Cérebro Eletrônico, todas de 1969 e interpretadas, respectivamente, por Gal Costa, Caetano Veloso e Gilberto Gil.